Informações Sobre : ♀ Biópsias Mamárias

 

Se no exame físico ou os exames de imagem mostram uma mudança suspeita nas mamas, o próximo passo pode ser uma biópsia. Durante uma biópsia da mama, uma amostra de tecido é retirada e examinada ao microscópio por um patologista, que poderá determinar se existe ou não a presença de células cancerosas.

Existem diferentes tipos de métodos de biópsia. Estes incluem:

Punção Aspirativa por agulha fina (PAAF)

Durante este procedimento, o médico introduz uma agulha muito fina na área suspeita da mama. Fluidos ou células são retiradas (aspirado) do nódulo e examinado ao microscópio por um patologista. Este tipo de biópsia é relativamente rápida, e qualquer desconforto dura apenas alguns segundos.

Biópsia por agulha grossa

Uma biópsia por agulha grossa pode ser realizada quando se busca uma amostra de tecido, ou se o material removido durante a aspiração por agulha fina não conduzir a um diagnóstico definitivo. Este tipo de biópsia requer um anestésico local, e utiliza uma agulha maior, oca, para remover alguns cilindros finos de tecido, os quais serão então analisados por um patologista.

Biópsia guiada por imagem

Se a área suspeita não pode ser palpada, então, pode-se utilizar técnicas de imagem para identificar a área exata a ser biopsiada. Ultrassonografia, Mamografia, ou Ressonância Magnética podem ser utilizadas, dependendo do que a anormalidade se parece e qual a técnica mais apropriada para visualizá-la.

A biópsia estereotáxica, é um procedimento em que se utiliza técnicas de imagem computadorizadas para guiar uma agulha para dentro da mama e assim recolher as células ou tecidos a partir de uma área suspeita observada em uma mamografia. Para muitas mulheres, a biópsia estereotáxica pode poupá-las de uma biópsia cirúrgica. Além de permitir aos médicos um diagnóstico mais rápido, faz com que as pacientes iniciem o tratamento mais cedo.

Biópsia cirúrgica

A biópsia cirúrgica pode ser feita se outros procedimentos de biópsia não fornecem um diagnóstico definitivo. Também é realizada se a área suspeita é profunda demais ou muito superficial para uma agulha fina ou biópsia. Em alguns casos, ela é mandatória.

Uma biópsia cirúrgica ocorre em uma sala de cirurgia, mas geralmente não requer uma pernoite no hospital. Durante o procedimento, a paciente passa por uma sedação usando um anestésico intravenoso. O cirurgião faz uma pequena incisão e remove toda a massa de tecido mamário suspeito ou uma amostra representativa, dependendo do seu tamanho e localização.
 
 
 
« Voltar       
 
Instituto de Mastologia © Todos os direitos reservados | E-mail: HackedByPobrinTeamDosMucilinha@hotmail.com
Criação de sites: GV8 Sites & Sistemas