Informações Sobre : ♀ Pacientes de Alto Risco

 

Alto Risco

Os estudos têm demonstrado que o rastreamento regular de mulheres sem sintomas diminuiu o número de mortes por câncer de mama em cerca de 45%. No passado, as recomendações para o rastreamento do câncer de mama eram as mesmas para as mulheres de diferentes grupos de risco. No entanto, devido aos resultados de estudos recentes, definiram-se estratégias distintas para mulheres com risco padrão e para aquelas com maior risco devido à predisposição genética e familiar.

Mulheres com risco padrão de Câncer de Mama:

• Sem sintomas.

• Sem histórico de câncer de mama, carcinoma ductal ou lobular in situ, ou atipia, que também é conhecida como hiperplasia atípica (uma forma de doença benigna da mama).

• Sem histórico familiar de câncer de mama em parentes de primeiro grau (mãe ou irmã), ou nenhuma evidência de síndrome hereditária.

• Sem história de radiação em manto (radioterapia utilizada para tratar a doença de Hodgkin).

Mulheres com risco acima da média:

• História familiar de câncer de mama (ou seja, um parente de primeiro grau – mãe ou irmã - que teve câncer de mama).

• Diagnóstico de hiperplasia atípica, ou carcinoma lobular in situ.

• História de ter sido tratada com radiação em manto, antes dos 32 anos.

Diretrizes Internacionais de Rastreamento do Câncer de Mama

Recomendam-se diferentes diretrizes de rastreamento do câncer de mama com base em 4 categorias de risco distintos:

• Mulheres com Risco Padrão

• Mulheres com história familiar de câncer de mama – Risco Alto

• Mulheres com diagnóstico de hiperplasia atípica ou carcinoma lobular in situ

• Mulheres com História de radiação em manto

Procure o mastologista para entender melhor sobre qual categoria você se enquadra, e como iniciar um programa adequado de prevenção.

 
 
 
« Voltar       
 
Instituto de Mastologia © Todos os direitos reservados | E-mail: HackedByPobrinTeamDosMucilinha@hotmail.com
Criação de sites: GV8 Sites & Sistemas